Dublin - Estudando e trabalhando na Irlanda

Oi galera. Esse é um post que foi pedido por algumas pessoas no meu Facebook pessoal, a respeito de estudar e trabalhar na Irlanda, então já vou escrever a quem mais se interessar. 
Farei um resumo dos preparativos que fiz para realizar essa experiência, contando um pouquinho de como foi tudo. Meu objetivo não é contar dicas de passeios e curiosidades sobre ir se mantendo lá para não se entediarem, acho que isso você descobre chegando lá e em outros posts aqui do blog. Meu ponto nesse post é esclarecer as coisas básicas para ir e iniciar o programa de estudo e trabalho. 

Pra começar, vou falar qual foi o meu primeiro passo de todos, me informar se eu precisaria ou não tirar o visto antes de ir. E a resposta é: não. Nesse programa de ficar 1 ano na Irlanda, não é necessário tirar visto antecipado aqui no Brasil, então o primeiro passo mesmo foi saber para qual escola ir. 

Entrei em contato com algumas escolas que foram indicadas por outros brasileiros que já estudaram lá, e acabei me decidindo pela SEDA, eu lembro que o custo dela era muito bom e eles ofereciam moradia mais fácil por um preço acessível. Eles contam com uma equipe de brasileiros trabalhando lá, no atendimento e tudo mais, então fica bem fácil a comunicação, até porquê quando fui em 2010, eu não era tão fluente no Inglês como hoje, e eles ajudaram muito.

O que eu posso dizer da escola é que é boa, tem alguns professores legais, e a localização é boa também, mas boa não é ótima, eu diria que dava uns 15 minutos andando da escola até o centro de Dublin. 

E a acomodação que eles oferecem é a 3 minutos da escola. Acho que essa é a maior vantagem. Mas se você realmente for passar 1 ano, o bom é procurar uma outra acomodação depois, pois tem umas moradias mais baratas do que a da SEDA. Outra escola recomendada é a KAPLAN, eu particularmente amo essa, pois foi a que eu conheci em Londres algum tempo depois, então não posso saber se a filial da Irlanda é a mesma coisa que conheci, mas é recomendada também por ser muito boa e melhor localizada no centro mesmo, o que facilita, pois lá pelo centro é que provavelmente você irá trabalhar, afinal, os melhores empregos são para trabalhar no centro. O que pode ser ótimo, porque no frio abaixo de zero, a última coisa que você vai querer é ficar andando pela cidade, e muito menos pegar ônibus ou pegar o luas (espécie de trem que anda pela cidade) e assim ficar tendo gastos extras.
Luas em Dublin
O que realmente é mais caro são as moradias no centro mesmo, mas tem que ver se o custo x benefício não vale a pena, mas isso são coisas que você vai decidir depois estando lá. 

O que posso confirmar é o seguinte: você deve decidir qual escola quer ir, entrar em contato com essa escola para realizar o pagamento, e assim eles te mandam correspondência lá da Irlanda, que é a carta com papel timbrado e tudo direitinho confirmando a duração do seu curso, e este documento que você terá de apresentar na imigração quando chegar lá. Feito isto, também você já pode entrar em contato com algum site de companhia aérea ou alguma agência de viagens para solicitar uma passagem de estudante, pode ser mais barata a passagem, mas a principal vantagem dessa passagem de estudante é que a data da volta pode ser alterada uma vez, sem gastos extras, facilitando para quando você for voltar e decidir lá o que será melhor sobre qual dia voltar, já que não temos como saber antes. Então o ideal é comprar a passagem aérea de estudante para ter essa flexibilidade de 1 ano. Eu sugiro que vocês escolham duas companhias aéreas para entrar em contato e duas agências de viagens também, sendo assim liguem e se informem como adquirir a passagem de estudante para o dia e para o lugar que você quer, e então eles vão te dar a cotação e você depois precisa ver o melhor preço e seguir as intruções para enviar os documentos de comprovação do seu curso, etc. Apenas é permitida esta passagem para cursos acima de 90 dias, que é o caso deste programa.

Com a passagem e o curso fechados, lembrando que o curso deve ter duração de 6 meses para você participar do programa de 1 ano, em que você estuda 6 meses enquanto pode trabalhar 20 horas semanais, e depois tem mais 6 meses de férias, sem curso, mas continua trabalhando nessas "férias" por 40 horas semanais.

A moradia é outra questão, então você pode perguntar para a escola na qual você for fechar o pacote do curso se eles sabem de moradia. Como no caso da SEDA, eu aposto que tem muitas outras escolas que recomendam acomodação também. Então você fecha acomodação por aproximadamente 3 semanas, e chegando lá você já pode ir procurando uma que tenha melhor localização para você e que seja mais barata, é só pesquisar estando lá entrando em contato com a galera que conhecer. Mas se também quiserem, falem comigo pelo Facebook que eu indico exatamente a casa que eu fiquei, não lembro quanto paguei, mas isso é irrelevante, até porque faz dois anos que fui, deve ter mudado com certeza, então o negócio é seguir as minhas dicas se quiserem mas ao mesmo tempo se atualizar dos preços na hora que forem entrar em contato. 
Essas alternativas de moradia são para quem deseja morar em casa de família, que provavelmente as escolas conseguem esta opção, e para repúblicas com outros estudantes, o que é o ideal para os intercambistas. Mas também existe a possibilidade de procurar mais casas e apartamentos para alugar, dêem uma olhada nos sites www.daft.iehttp://www.gumtree.ie/ e assim se atentem a localização antes de fechar o negócio, e sempre fechar por pouco tempo, pois estando lá você vai querer se mudar quando achar uma opção melhor. Mas o que indico fortemente, até por uma questão de segurança, é optar pela opção de moradia que as escolas dão, só para ir garantido, já que as escolas aqui recomendadas existem muitas pessoas reais que conheci e que foram para lá e recomendaram que é seguro e bacana, tanto as escolas como as moradias que oferecem. 

Então você já tem moradia, curso pago e passagens aéreas para o seu maravilhoso intercâmbio, não falta mais nada, certo? Errado... ainda faltam algumas coisinhas básicas para você chegar lá e não ter problemas. Vou passar uma lista de documentos que você precisa ter em uma pasta, caso a imigração não esteja em um dia bom e querer complicar sua vida. Vou confessar que entrar em Dublin foi a coisa mais fácil do mundo, o oficial que me interrogou perguntou quanto tempo eu iria ficar, e só pediu o meu passaporte (para carimbar, é claro!) e a carta da escola, mais nada. 

Em relação ao passaporte, já falarei uma coisa que você precisa saber: eles carimbam o seu passaporte te dando um mês de permissão para ficar no país, por quê? Simples, após entrar no país, ele carimba seu passaporte com essa permanência de 30 dias, mesmo que você for ficar 1 ano, essa é só a permissão para entrar e então depois de entrar no país, você deve ir no GNIB (Garda National Information Bureau) na cidade e esse é o local para se registrar e você estender o visto e ter a permissão para ficar lá por 1 ano finalmente.

Mas não se desespere achando que é muita coisa e que você precisa de uma agência de intercâmbios para facilitar, você não precisa. É pouca coisa, são apenas etapas que você vai fazendo e vendo como é fácil. Chegando lá na própria escola, eles vão te dar as intruções de onde fica o GNIB para ir se registrar, geralmente vai um grupo de estudantes todos juntos com alguém da escola, e vão dar informações do que você precisa levar para o banco para abrir sua conta e aonde tirar seu PPS (o CPF da Irlanda). Mas isso são coisas que você deve resolver lá, depois de dar uma passada na sua escola e eles te instruírem sobre tudo o que você precisa fazer para se regularizar. Pelo menos a SEDA, mesmo tendo muitos brasileiros, até que tinha bastante gente de outros países também e a equipe brasileira é ótima para instruir em todos os passos burocráticos. Se você está indo para lá estudar e trabalhar, acredito que tenha um inglês intermediário ( o que é recomendado para esse programa ), então não fique com medo de não entender o inglês, etc, o sotaque Irlandês pode ser complicado de entender no começo, mas a dica é dizer "sorry" o tempo todo e eles repetem as coisas, é a maneira mais educada e recomendada de fazer eles repetirem. Não me chegue lá sem entender o que as pessoas dizem e começar a falar: "what!?" e coisas do tipo, soa grosseiro e eles são muito educados. Eu mesmo já tomei muita "comida de rabo" de vários idosos irlandeses porque esquecia de falar "please" quando pedia algo em um restaurante ou em um pub, eu geralmente falava "thank you" depois do favor feito á mim, mas o fundamental é o "please" antes de pedir algo também e dizer o "sorry" quando não entender algo é o mais educado.

Outra coisa necessária é fazer o seguro-saúde por 1 ano, pode ser que a escola indique também na hora que você for fechar o pagamento do curso, ou você faça por sua conta mesmo, passarei o site do seguro que fiz na época. Não precisei usar nem uma vez, então não sei se é bom na hora de usar nos hospitais. É obrigatório ter para entrar no país, pode ser que eles peçam ou não, o melhor é fazer, até porque consultas em hospitais lá são caras para quem não tem nenhum tipo de seguro-saúde. Eu fiz aqui: http://www.gtaassist.com.br/sitev2/home/

Você terá de abrir uma conta no banco para provar que tem dinheiro suficiente para se manter lá nos primeiros meses, e liberarem sua permanência com o visto, e a quantia necessária não é mais 1.000 Euros, agora são necessários mostrar a comprovação de que tem 3.000 Euros. Depositar esta grana na conta que você vai ter de abrir são requisitos para tirar o visto permanente de 1 ano. Mas não se preocupe, esse dinheiro é seu, você apenas terá de colocar na conta e deixar por uns 10 dias até que o extrato bancário chegue na sua casa, e quando chegar você já pode gastar. A melhor maneira de levar todo esse cash, eu já informo logo que é com o "Visa Travel Card", sempre faço na Confidence, fiz o de Euro, o de Libras e o de Dólar na http://www.confidencecambio.com.br/, nunca tive problemas para sacar o dinheiro em qualquer caixa com a bandeira Visa, assim como usava em qualquer estabelecimento que aceitasse cartão de débito também. Esse dinheiro pode ser que seja pedido para ser mostrado na imigração (no caso, você mostrará a comprovação da quantia que tem no cartão, só imprimir o extrato do cartão no próprio site da Confidence, lá onde você poderá também checar sempre quanto gastou e quanto ainda tem na conta). Mas relaxem, eles só exigem essa quantia para garantir que você tenha dinheiro por um bom tempo em caso de você não conseguir arrumar um emprego logo, a dica é que se você não tenha esse dinheiro todo, é o ideal ter sim, mas o que muitos fazem é pedir este dinheiro emprestado para alguém da família, que não cobre juros, é claro, e fazer de tudo para conseguir emprego logo, e assim poder nem mexer nesse dinheiro e pagar o empréstimo quando voltar para o Brasil. É uma boa opção, mas tem que considerar que você pode se empolgar comprando coisas e viajando pela Europa e gaste este dinheiro, então o ideal é realmente juntar essa grana e ser sua mesmo. 

O que posso dizer sobre os gastos lá? 
Fazer compras no mercado é o melhor, achei as coisas muito baratas, não em relação ao Brasil, mas por ser na Europa e depois de um tempo você ganhando em Euros, aí percebe que as coisas são baratas para quem mora lá e trabalha lá. Claro que se for converter reais para euros, vai achar tudo caro ou vai achar o mesmo preço, é por isso que deve chegar lá e esquecer o real, esqueça de converter. 
Agora também tem gastos com o visto, a imigração Irlandesa agora pede 300 Euros para os gastos com o visto para todos os estudante que forem ficar por mais de 90 dias no país.

Em relação a transporte, existem alguns ônibus noturnos que funcionam até ás 2am de semana e até ás 4am nos fins de semana, para você voltar do pub para casa, ou do trabalho. Sugiro que confira este site para saber as rotas: http://www.dublinbus.ie/ o preço varia de 1.40 a 2.40, depende da linha e até aonde você vai. 

Gastos aproximados com as necessidades básicas que você terá: 


- Acomodação (incluindo a conta de luz)

República de estudantes, de 200 a 400 euros por mês. Vai depender onde será o apartamento ou a casa, e de quantas pessoas vão dividir o aluguel.

Casa de Família, de 500 a 650 euros por mês. Essa opção só compensa se você for ficar poucos meses, ou se você tiver muito dinheiro para gastar com isso. Entrando em contato com a escola, eles vão ter esta opção, você que escolhe.

- Alimentação e Bebida

Com alimentação, compras nos mercados, você gastará aproximadamente 200 euros por mês.

O que você pode gastar bastante é com as pints, pois os pubs são as principais atrações da cidade para quem curte beber, uma pint da cerveja Irlandesa Guinness custa 5 euros, as outras cervejas custam um pouquinho mais.

- Transporte

Com transporte, o custo estimado está entre 50 e 100 euros por mês, depende de onde você vai morar, estudar e trabalhar. Varia muito. Existe carteirinha de estudante também com desconto nas tarifas, a própria escola dá instruções de como fazer a carteirinha.


- Vestuário 

Deixe para comprar roupas de frio lá, claro que você pode levar um casaco ou jaqueta do Brasil, mas o ideal é comprar lá por serem mais bonitas as roupas, e por suportarem o frio da Irlanda. Além de serem mais baratas por lá.





Mas lembre-se: os 3.000 Euros que você levar com certeza são a garantia de você ficar tranquilo por alguns meses sem nem precisar trabalhar, mas o bom mesmo é chegar e conseguir emprego logo, para juntar bastante dinheiro e fazer o que quiser sem limitações, e também para treinar e aperfeiçoar o inglês o quanto antes, afinal este é o objetivo principal ou pelo menos um dos objetivos, certo?!

O melhor mesmo é sair pesquisando tudo o que deseja saber, no Google, entrando em contato com as escolas, companhias aéreas, etc. E assim se atualizar sobre tudo o que deve ser feito, assim como saber se algo foi alterado e/ou atualizado.

Abaixo vou postar uma lista de itens que seria ideal você levar para apresentar em caso da imigração pedir. Mas repito, a imigração irlandesa é tranquila e acaba nem pedindo todos esses documentos. Mas é bom se prevenir:

- Carta da Escola (comprovação das datas e duração do curso)
- Carta de Acomodação (comprovante de que você tem estadia lá, geralmente é só pedir pro responsável pela acomodação, que eles mandam uma carta)
- Seguro-Saúde (comprovante de que você fez e pelo período todo de 1 ano) 
- Comprovante de quanto você tem na conta do cartão VTM. Essa quantia somada ao cash (dinheiro vivo) que você vai levar tem de ser os 3.000 Euros e você deve provar se eles pedirem. 
- Passagem de volta (só para deixar claro que sua intenção é voltar pro Brasil, claro)


Algumas escolas recomendadas, sugiro que pesquisem solicitando cotação a todas. E quem sabe também pesquisando mais sobre elas no Google. 

http://www.seda.ie/
http://bookings.kaplaninternational.com/en/CourseListing.aspx
http://www.ihdublin.com/ihdublin/Main/AllCourses.htm
http://www.studyinireland.ie/top/


Como procurar emprego chegando lá? Uma opção é ir dar uma volta pela cidade e sair distribuindo currículos pelos estabelecimentos, e principalmente, fazer o currículo colocando coisas relevantes para a área em que você quer trabalhar. E vá cedo, pois mostra que você acorda cedo, não fica legal sair distribuindo currículos á tarde. Chegue até antes de abrir o local onde você entregará currículo. Não pense que chegará lá tendo um alto cargo, ou algo do tipo, geralmente as vagas são garçons, atendentes, ajudantes, entregadores, faxineiros ou vendedores de jornais e outras coisas. Mas essa experiência é muito boa, e vai ajudando você a se manter lá. E o salário é bom e suficiente para suprir suas necessidades e lazer, é só saber procurar e se dedicar até aparecer algo que você goste.

Outra ótima opção são os sites para você pesquisar empregos também, segue a lista:

http://www.employireland.com/
http://www.irishjobs.ie/ViewAgencies.aspx

E este site á seguir tem um endereço de uma instituição pública que te ajuda a achar emprego, só dar um pulo lá pessoalmente e eles indicam jobs e dão várias dicas. Fica no centro de Dublin:
http://www.socialwelfareappeals.ie/about/Find.html



A Irlanda é um país maravilhoso com pessoas queridas demais, passei alguns dos melhores dias da minha vida naquele lugar, seja na neve brincando ou em um pub conversando, recomendo muito. 
Faltou algumas informações neste post, mas a minha intenção não é explicar cada detalhe burocrático completamente, sendo que depois estando lá você pegará as informações mais facilmente e seguirá os passos que a escola vai te passar e lhe instruir. A minha intenção foi dar uma ideia do que você precisa para iniciar este sonho e as etapas que você vai ter de concluir, uma noção de tudo mesmo, agora quanto aos mínimos detalhes e burocracia (que não são complicados nem um pouco) você deve se preocupar quando chegar lá. 

Se eu lembrar de algo mais eu posto aqui como atualização, e tendo qualquer dúvida, pode deixar um comentário que responderei. Até mais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário